segunda-feira, maio 16, 2011

Diário de uma Aventura em Grândola.


Trincatolas Team
Diário de uma Aventura em Grândola.

Tudo começou aproximadamente dois meses antes da prova. Com uma sms do Hugo Silva , a desencaminhar para participarmos na mítica prova de navegação … o Grândola Aventura.
Após os 4 elementos ( Hugo Vaz, HugoSilva , Nelson da Silva e Telmo Coutinho) dizerem que sim . Começamos a deparar comalguns entraves inerentes aos custos desta prova. Como ultrapassar isto? Após esta pergunta começamos a prova de angariar patrocínios. Felizmente
as varias empresas acreditaram no nosso projecto e deram-nos força para andar até Grândola.
E assim foi … várias reuniões , autocolantes colados nos carros, rumamos até à Vila Morena.

Sexta Feira dia 6 de Maio.
11:45 Arrancamos da Loja Pé de Videira em Aveiro , após um café com amigos e patrocinadores. Com um sorriso enorme na cara , e com um passageiro a mais ..
o Dino navegador da equipa Pró Series . Que nos animou durante a viagem e foi dando dicas e explicações, sobre a prova.

14:40: Chegada a Leiria , com uma paragens estratégica em casa da
Filipa Oliveira para almoçar. Que cedeu a cozinha para nos tratarmos de encher os nossos depósitos .
15:20: Arrancamos novamente com rumo traçado até Grândola … uma viagem quase sem paragens. Apenas para um café e idas ao wc.
18:00 : Avistamento da placa a dizer Grândola e das prim
eiras equipas adversárias... o silêncio reinou nos dois carros e no radio … começou o nervoso miudinho , e só se ouve o Dino … Liguei o modo Pró . Risada completa … e claro ficou a frase do fim de semana.
18:10: Chegada às piscinas Municipais de Grândola, Centro nevrálgico do Grândola Aventura 2011. Lá fomos entregar e preencher papelada, e verificações técnicas e de segurança. Assinamos a declaração de como íamos participar no campeonato Etrex ( Navegação só com o gps obrigatório e carta militar). Tudo num ambiente de tensão e ao mesmo tempo de relax. Com varias equipas a dar apoio e a perguntarem que raio de nome tínhamos dado à equipa.
Após tudo estar dentro do regulamento rumamos à Mirandas House … que viria a ser o nossa casa durante 2 noites. ( recomendamos a quem for visitar Grândola)

20:30: Jantarada com todas as equipas presentes na prova. Um jantar convívio onde ouvimos imensas histórias de outras edições do G.A.
Conhecer um pouco da noite de Grândola com o nosso Guia Alentejano Zé Batista …

Sábado dia 7 de Maio

6:00 - Alvorada … sim Às 6 horas da manhã … até doeu …. pois nenhum de nós conseguiu dormir com o nervosismo.
Após um belo pequeno almoço, saímos para o recinto.

6:50 - O Discovery estava sem embraiagem … Um susto daqueles… Após um revista rápida aos níveis do mesmo … e muito dar ao pedal, lá voltou ao normal.

7:00- Chegada ao pórtico de saída para a prova . Alinhar os carros por ordem numérica e ver os primeiros a arrancar. De minuto a minuto saía uma equipa.
7:25 - Chegou a nossa vez … ai sim ligamos todos o modo Pro ( +- pro ) e lá arrancamos a todo gás para o posto de combustível mais próximo , pois era necessário dar de beber aos cavalos do defender e do discovery. Aproveitamos enquanto os pilotos ( Hugo Vaz e Nelson da Silva ) atestavam os carros , os navegadores ( Hugo Silva e Telmo Coutinho) iam marcando os Waypoint nas cartas militares. Com o sr das bombas sempre a perguntar o que ia-mos fazer, para onde ia-mos. Até que aparece com laranjas para nós levarmos. Um risada das grandes para quebrar a tensão .
9:25 - Passado duas horas os pontos estavam todos marcados, inclusive as áreas proibidas, zonas de velocidade limitada e com a estratégia definida, assim rumamos ao primeiro Waypoint com a noção que tínhamos perdido muito tempo com a marcação dos pontos.
Após a chegada ao primeiro waypoint e tirada a foto obrigatória, lá seguimos a toda a velocidade para o segundo ponto que escolhemos, quando nos deparamos com um charco de lama enorme e com um ribeiro à mistura, de impossível transposição. O que nos levou quase a um erro que nos poderia por em causa toda a prova. Por uns 10 metros!!
não entramos numa zona proibida. O que valeu foi a boa leitura da carta do Hugo Silva.
Voltamos para traz e mudamos rapidamente a estratégia. Durante as horas seguintes foi muita navegação e condução , com vários tipos de terreno desde Areia, terra, lama, e muita água.

15:03 - Chegada ao posto de controlo e final da primeira etapa. Com 10 waypoints conquistados. E com a noção que poderíamos ter feito mais. Apesar das equipas mais experientes nos terem dito que era muito bom para a primeira vez. Com 370 pontos conquistados e zero penalizações.
Apesar de termos a tarde livre o trabalho continuou, a fazer o balanço de como poderíamos corrigir alguns erros na navegação e condução.

20:00- Novo jantar de convívio. Com a visita no nosso amigo Tiago Papagaio e da Rute. Que vieram animar a nossa mesa. Após o jantar saiu o resultado da primeira etapa , estava-mos em 27º lugar … foi a loucura na nossa mesa até parecia que estava-mos em primeiro lugar. Ainda mais por estarmos à frente de equipas com experiência.
Após o jantar .. muita conversa com a organização e com as outras equipas.

Domingo, dia 8 de Maio

6:00- Alvorada

7:00- Chegada ao recinto e alinhamento dos carros por ordem decrescente da classificação.
7:08- Partida para a segunda etapa a todo gás.
voltamos às bombas da galp para marcar os waypoints da nova etapa. Desta vez demoramos apenas uma hora … e ainda queríamos recuperar uns lugares na classificação. O que não veio a acontecer. Além do furo que tivemos no 2 waypoint que nos fez perder uns 10 minutos , um dos waypoints que escolhemos para fazer tinha uma armadilha que não reparamos. Ficava do outro lado de uma vedação. Demoramos algum tempo a sair da enorme herdade. Onde nos deparamos com um magnifico corta-fogo de areia, que nos fez viver como se fossem pistas de areia Marroquinas. Após a fotografia rumamos para o controlo fotográfico que ficava a uns bons km do local onde nos encontrávamos. Um pouco de cariz baixo,e com pouco tempo para chegar ao pórtico, lá fomos a respeitar a zona com limite de 30km/h . E sempre a pensar onde teríamos errado … pois 5 waypoints na etapa era pouco. Contudo a boa disposição reinou. Pois estávamos a chegar ao fim de uma das provas mais difíceis de navegação.

14:04 - Chegamos ao fim do Grândola Aventura. O sorriso era enorme na cara dos 4 Trinca Tolas … pois realizamos um sonho … chegar ao fim de uma grande prova.
O apoio das outras equipas foi fantástico. Todos nos motivaram para participar no Grândola 2012 .

15:00 - Lanche de despedida

17:00 - Entrega dos prémios e lembranças de participação. Com os Proseries a ficaram em primeiro lugar. E os TrincaTolas em 28º de 33 equipas. Nada mau para principiantes.


19:00 - Despedida da Vila Morena …

02:00 - Chegada a Aveiro .


Terça feira, 10 de Maio

9:30 - Recebo uma sms da organização a agradecer a nossa presença e a dizer que tínhamos ganho o prémio de equipa mais divertida e de melhor imagem … cujo o prémio seria a inscrição para o Grândola Aventura 2012.
Foi a euforia total ao telefone . quando passei a mensagem os restantes elementos da equipa.


Claro que sem a iniciativa dos 4 isto teria sido impossível. Sem a sms do Hugo Silva a convidar-nos para fazer a prova, sem o esforço do Nelson e meu para arranjar patrocínios, sem o esforço do Telmo para tratar de contactos para jornais etc . No meio de uma tese de mestrado. Aos nossos amigos e Família e claro aos Trinca Tolas
E claro sem o apoio dos nossos patrocinadores esta prova não passava de uma miragem .
· Artifex Design&Publicidade – Murtosa

· Decorplus, Arquitectura Design e Obra – Aveiro

· Geoestrutural – Consultores de Engenharia, Lda. – Guarda

· Comur – Fábrica de conservas da Murtosa

· Termologia – Aveiro

· Pizzaria Casa Mia - Santa Maria Feira e Aveiro

· Adamastor - Cervejaria do Povo – Aveiro

· Gourmet&Charme - Café Fnac no Fórum Coimbra

· Talho Figueiredo – Gaia

· Escolas de condução Murtosa e Estarreja

· Pé de Videira, Produtos Regionais Portugueses – Aveiro

· Osteopathy- gabinete de osteopatia - Murtosa

· Cafe gapor (posto de combustivel ) Murtosa

· Bar O Pátio – Murtosa

· Ghesa arte e água

· Valdemar Películas - Santa Maria Feira

· Farmácia Sousa - Santa Maria feira

3 comentários:

Pedro disse...

Estão em ordem os parabéns aos intervenientes nesta aventura, apesar de não perceber nada de gps e muito menos de cartas militares, ainda mais valorizo quem faz este tipo de todo terreno. Pelo que percebo aquilo é uma especie de caça ao tesouro, escondidos onde judas perdeu as botas...:) e sujeitam-se aos terrenos que aparecerem pela frente !
Pelas fotos e pelo relato fez-me lembrar um filme que me deixou gratas recordações..." os bravos do pelotão ".
Parabéns

vazdesign disse...

Obrigado Pedro .
Sim é quase uma caça ao tesouro ... mas com muitos tesouros para encontrar e muitas regras para cumprir à risca.
Mas é Viciante

dino gutierrez disse...

Muito bom :)
Qualquer lugar acima do último seria bom...deixaram uns quantos para trás :p
E o premios atribuidos, equipa com melhor boa onda :) Se dúvidas houvessem...eheheh

Pó ano há mais pessoal!!!!